quarta-feira, 12 de novembro de 2008

"Que feio!" 2: a missão - Adriana Barra

Bom dia, meninas!

Vou falar hoje de uma coisa que eu vi na Vogue de agosto que me chocou. Tudo bem, já estamos em novembro....mas é que em agosto eu não tinha esse blog e hoje me ocorreu a lembrança dessa situação.


Quem comprou ou viu a Vogue de agosto, deve ter reparado que essa edição tinha um tema: Planeta Verde. Quase todas as reportagens tinham um apelo ecológico, mostrando acessórios, roupas, cosméticos e etc., tudo em harmonia com o meio ambiente.


Achei 10 a idéia, porque a Vogue é a maior ditadora de estilo de vida feminino do Brasil e, com isso, acaba passando essa consciência para as leitoras que ainda não a tem.


Pois bem...estava eu adorando tudo....mas eis que chego na página 104. Esta apresentava um artigo entitulado "A moda vai à luta", onde estilistas brasileiros contavam o que estavam fazendo para salvar o planeta. Várias respostas interessantes. O Lino villaventura disse que reaproveita 100% do material do ateliê. Legal. A Vanessa Montoro disse que só tinge as roupas com pigmentos naturais. Ótimo. E por aí vai, todo mundo muito consciente.


Mas peraí, não é bem assim. A última declaração, a última mesmo, lá embaixo, no cantinho direito. Adriana Barra. Não acreditei quando li! E faço questão de reproduzir a declaração dela!

Pergunta V.: Adriana Barra, o que você está fazendo para salvar o planeta?

Adriana Barra: "E eu lá tenho tempo pra salvar o planeta? Isso no Brasil ainda é muito caro e trabalhoso. Só economizo água, porque a correria insana do dia-a-dia me impede de tomar banhos tão demorados quanto eu gostaria."

Quer dizer, é trabalhoso e ela não quer ter trabalho pra salvar o planeta. Ela não queria nem economizar água....só economiza porque não tem tempo....porque se tivesse, gastaria tooooooooooda a água do mundo, e não estaria nem aí, né!

Que ódio! Ódio porque eu adoro a Adriana Barra! Quer dizer, adorava. Meu sonho de consumo era um daqueles vestidões dela, estampados. Era.

Fiquei horas olhando essa página, lendo e relendo essa declaração, pra ver se eu achava uma interpretação diferente. Nada. Era isso mesmo. Pensei até que a Vogue poderia ter manipulado a resposta dela. Não, duvido. ela realmente disse isso, para milhões lerem.

Palmas pra Adriana Barra. Troféu "pensamento lixão 2008"!





6 comentários:

lemousse disse...

meninaaaaaaa, eu tenho essa vogue e fikei p-a-s-s-a-d-a quando li a tal declaração! fikei com NOJO dela... nuncaaa na vida irei comprar nenhuma pecinha da estilista, nem uma 'caçola'! odieiiiii! ridicula! porém, uma coisa ela é: corajosa! como a pessoa tem a cara de pau de fazer uma declaração dessas, especialmente hoje em dia, com a preocupação ambiental tão em pauta?! beijos e ahazou na critica!

Prissyrj disse...

Cara, eu não tive nem palavras que chegassem perto do tamanho da minha indignação! Ela devia receber uma multa por tal declaração!

Sabia que com esse post eu iria agregar outras indignadas que também leram essa vogue de agosto....rsrs

bjsss

Sally Somir disse...

É um caso de falta de noção DULPA:

1) Por pensar assim
2) Por não ter o bom senso de saber que mesmo que pense assim, isso não pode ser dito se você é uma pessoa pública

Que tiro no pé... até eu que não sou uma pessoa escológica, fiquei chocada com a burrice dela!

Ana * disse...

Nooossa teenho essa Vogue tb e tb perdi a vontade que tinha das peças dela.
Gente, ela acha o que? Que os outros estilistas tem tempo sobrando e por isso fazem as coisas direitinho???
Adorei o post!
Vamos nos indignar contra marcas que não tem responsabilidade.

fab disse...

Estou in shock, não acredito que ela tenha dito uma coisa dessas, aposto que assim como você muita gente deixou de gostar um pouco com essa atitude egoista.
bjs

Flávia Oliveira disse...

Que comentário horrível!! Essas pessoas públicas deviam pensar mais antes de sair fazendo esse tipo de declaração.

Beijos!